Seguidores

domingo, 20 de setembro de 2009

Tenho medo de quem tem CERTEZA

No livro "A Era da Incerteza" John Kenneth Galbraith descreve os diversos ciclos econômicos em várias épocas e minha leitura passando por cima dos capitulos, parágrafos, frases e palavras contidas e também visitando meu conhecimento anterior é que felizmente, hoje vivemos numa época da incerteza e da dúvida, na época do questionamento dos valores antigos e então reflito sobre as pessoas que tem certeza.

Pessoas que tem certeza, sabem tudo e não precisam dialogar agem para melhorar a sociedade em que vivem, por isso livram a sociedade dos feiticeiros/as e bruxos/as queimando-os na fogueira ou eliminando-os/as lentamente nas câmaras de tortura para que suas almas possam ser recebidas pelo Deus pai, misericordioso, aquele que a tudo perdoa, assim fizeram a igreja com a Santa Inquisição, assim fizeram os revolucionários franceses e sua guilhotinha, assim fez Napoleão e muitos carniceiros glorificados nos compêndios de história como heróis: Nabucodossonor, Cesares, Cruzados, Alexandre, Gengis Khan, os bandeirantes, os matadores de índios americanos, Stalin que matou 30 de fome 30 milhões de pessoas, Hitler que sacrificou seis milhões de judeus, Mao Tse Tung, Sadam Husseim, George Bush, nossos milicos e os milhares de mortos em nome da revolução.

Eu, simples mortal, pefriro as pessoas ignorantes, as pessoas prontas para aprender, as pessoas que tem a mente aberta, na minha humilde opinião são estas pessoas que transformam o mundo que fazem o mundo dos humanos onde o irmão apoia o irmão, onde juntamos nossas fraquezas para enfrentar as grandes dificuldades de nosso caminhar, o mundo onde é possível a Igualdade, a Fraternidade e a Liberdade.

Texto de José Geraldo da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário