Seguidores

sábado, 13 de dezembro de 2008

Peripécias de uma cueca

AS PERIPÉCIAS DE UMA CUECA, por Edmar Melo


Foi flagrada uma cueca
Recheada de dinheiro
Com euro e dólar escondido
Junto com um passageiro
E além da bagatela
Quem estava dentro dela
Era um dos mensaleiros.


Cueca fazendo câmbio
Já é fato corriqueiro
E sendo samba canção
Acomoda mais dinheiro
Tudo isso começou
Com um ilustre assessor
De um deputado matreiro

Já vi dinheiro escondido
Debaixo de um colchão
Já vi do tipo botija
E enterrado no chão
Porém, era só merreca
Já que fortuna em cueca
Só quer andar de avião.

A cueca concorrer
Com agência de viagem
Com uma casa de câmbio
É uma grande sacanagem
Ela não paga imposto
E o guardião do posto
Não leva qualquer vantagem.

Quem usa o traveler chech
Corre até menos perigo
Pode mandar cancelar
Caso roubado ou perdido
Porém, cueca hoje em dia
Já virou lavanderia
De passageiro atrevido

Já pensou se o pintinho
Resolver se rebelar
Sufocado com a grama
Entender de urinar
Daí vem o prejuízo
Pois lavar grana com mijo
É certeza desbotar.

Comentário Luis Nassif: Se ocorrer o incidente, haverá liquidez para a cueca.

Do blog do Luis Nassif 12/12/08 17:00 

http://www.projetobr.com.br/web/blog/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário