Seguidores

quarta-feira, 30 de abril de 2008

FHC, o FFHH, afirma que terceiro mandato seria abrir as portas para o autoritarismo

É mesmo um cara de pau, mudar a constituição para favorecer o FFHH pode, mas mudar a constituição a favor de outra pessoa é autoritarismo.


Leia esta reportagem da Isabela Vieira da Agência Brasil


O ex-presidente da República Fernado Henrique Cardoso afirmou hoje (30), no Rio de Janeiro, que a possibilidade de terceiro mandato "abre as portas para o autoritarismo" no país.

"Não tem um instituto do terceiro mandato. É mandato indefinido. Ora, mandato indefinido é abrir as portas para o autoritarismo, para o personalismo. Acho que não tem cabimento", criticou.

Para ele, oito anos são insuficientes para "mudar um país" e é preciso que as mudanças sejam feitas por vários presidentes e correntes políticas.

Fernando Henrique Cardoso disse ainda que a maturidade de um país passa pela alternância de poder entre os partidos políticos e pela continuidade desse processo. "Neste sentido, o Brasil é maduro."

O ex-presidente fez as declarações em entrevista à imprensa, pouco antes do lançamento da Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia.

Do UOL Notícias
http://noticias.uol.com.br/ultnot/brasil/2008/04/30/ult23u2118.jhtm

Meu comentário:
É mesmo um cara de pau, mudar a constituição para favorecer o FFHH pode, mas mudar a constituição a favor de outra pessoa é autoritarismo.
Não sou favor da reeleição no Brasil, muito menos da perpetuação no poder, aqui não é Argentina, Peru, México, Paraguai, muito menos Cuba ou Venezuela, mas que o FFHH é um tremendo de um cara de pau, isto ele é.
Para conseguir a reeleição, fez a balança comercial ir pro brejo, mandou comprar votos de deputados para a mudança da constituição e agora vem com esta...
Ora faça-me o favor. Fica calado, que da sapiência dele eu não quero um tostão.

03/05/2008

Ouça também o comentário de Carlos Chagas a respeito de FHC na Jovem PanFHC não se emenda e chama de golpe aquilo que ele mesmo fez!http://jovempan.uol.com.br/real/texto_comentaristas/20080503_131112.ram




Nenhum comentário:

Postar um comentário