Seguidores

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Vencemos: sepultamos o voto em lista

Líderes de partidos governistas na Câmara fecharam anteontem um acordo para sepultar a criação do voto em listas partidárias -e com ela parte da reforma política.
A decisão foi tomada em jantar na casa do vice-líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), e contou com a presença do ministro José Múcio (Relações Institucionais).
A maioria dessas bancadas está dividida em relação à criação das listas. Os líderes avaliaram que uma votação em plenário racharia a base aliada. 
Sem lista, deve cair também a proposta de financiamento público de campanhas.

.
O protesto deste blog e de outros importantes formadores de opinião foram decisivos para o sepultamento do voto em lista, ou seja uma parte do golpe da reforma política, agora a briga continua contra o início da ditadura petista, ou seja o terceiro mandato. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário